Palestrantes
Convidados

Local
Belém-PA

Data
15 a 18/nov de 2017

Congresso

destaques

VALORES DA INSCRIÇÃO

Inscreva-se

CATEGORIAS 01/10/2016 à 17/04/2017 (R$) 18/04/2017 à 30/06/2017 (R$) 01/07/2017 à 30/09/2017 (R$) No local (R$)
Médicos associados da FEBRASGO com TEGO (anuidade quite) 500,00 600,00 700,00 800,00
Médicos associados da FEBRASGO sem TEGO (anuidade quite) 650,00 780,00 910,00 1.040,00
Médico não associado da FEBRASGO 1.500,00 1.800,00 2.100,00 2.400,00
Médico Residente associado da FEBRASGO (anuidade quite) 400,00 480.00 560,00 640,00
Médico Residente não associado da FEBRASGO 500,00 600.00 700,00 800,00
Estudante de Medicina• 300,00 350,00 400,00 450,00
Acompanhante** 300,00 350,00 400,00 450,00
Outros profissionais da saúde 500,00 600,00 700,00 800,00

 (•) Estudante de Medicina Vagas limitadas (300 vagas)

(••) Acompanhante: Participação limitada aos eventos sociais

Participe!

Programação veja aqui toda a programação do evento

LEGENDA
CURSO PRÉ CONGRESSO DBI TT PATROCINADORES SI PV FO DEFESA E VALORIZAÇÃO MINI FÓRUM ESPAÇOS VAGOS
 
PROGRAMAÇÂO
 
15/11 – Quarta-feira AUDITÓRIO 1A AUDITÓRIO 1B AUDITÓRIO 2 AUDITÓRIO 3 AUDITÓRIO 4 MARAJÓ PARÁ BELÉM  
SALAS 250 250 550 550 550 300 250 130  
HORÁRIO/PROFESSORES                  
09:00 – 13:00 Títulos de Especialistas em Áreas de Atuação Reprodução Assistida Títulos de Especialistas em Áreas de Atuação Medicina Fetal Reunião das CNES 9:00 às 12:00 Reunião Sociedades Filiadas Reunião das Comissões: Residência Médica, Educação Continuada e Avaliação Profissional Simpósio Satélite Títulos de Especialistas em Áreas de Atuação Sexologia e Endoscopia Ginecológia Reunião da Comissão de Defesa e Valorização Profissional  
 
1 Hora INTERVALO  
14:00 – 18:00 CURSOS PRÉ CONGRESSO  
Medicina Fetal (O) Pré Natal (O) Gestação de Alto Risco (O) Endocrinologia Ginecológica (G) Climatério (G) Infecções do trato reprodutivo (G) Problemas Ginecológicos comuns na atenção Básica (GO) Defesa Profissional Salas Mezanino
ABERTURA OFICIAL DO 57º CONGRESSO BRASILEIRO DE OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA  
                   
16/11 – Quinta-feira AUDITÓRIO 1A AUDITÓRIO 1B AUDITÓRIO 2 AUDITÓRIO 3 AUDITÓRIO 4 MARAJÓ PARÁ BELÉM SALA 1
SALAS 250 250 550 550 550 300 250 130 100
HORÁRIO/PROFESSORES                  
08:00 – 08:50  DBI DBI DBI DBI DBI DBI DBI DBI  
Reprodução Humana – Endometriose e Infertilidade: Qual a melhor conduta? Que tipo de câncer Ginecológico pode ser tratado em serviços de baixa complexidade A anticoncepção oral combinada e o tromboembolismo venoso: Exagero ou realidade? Vamos parar de prescrever pílulas combinadas? Hipertensão na Gestação O papel da progesterona na prevenção da prematuridade Gestação Gemelar: novo algorritmo de seguimento ultra-sonografico Intercorrência clínicas da gestação Histerectomia Minimamente Invasiva: como escolher a via de acesso? Protocolos Diabetes
10’ INTERVALO                
09:00 – 10:30 TT TT TT TT SP TT SP TT TT
Top Tema 2: Diagnóstico e tratamento da Endometriose Top Tema 1: Massas Anexiais Top Tema 1: Síndrome dos Ovários Policísticos  Top Tema 1: Diabetes na Gestação 1- SANOFI (Dengue /  Clexane) Top Tema 1: Corrimentos vaginais  TONEDERM – Palestrante Argentino Gustavo Laybachov (Estética Ginecológica)  Top Tema 1: Incontinência urinária de esforço – Atualidade   
20’ INTERVALO                
10:50 – 12:30 TT TT TT TT TT TT TT TT TT
  Top Tema 3: Como otimizar o manejo de mulheres com câncer ginecológico Top Tema 2: Insuficiência ovariana prematura Top Tema 2: Pré-eclampsia Top Tema 1: Estratégias na prevenção da prematuridade Tópicos especiais em PTGI Top Tema 1: Novas Indicações e Atualidades no Ultrassom em Ginecologia e Obstetricia Top Tema 1: Violência Sexual  
20’ INTERVALO                
12:50 – 14:30  MINI FÓRUM –  OS LIMITES DA ÉTICA MÉDICA NA COMUNICAÇÃO ATRAVÉS DAS MÍDIAS SOCIAIS MINI FÓRUM – Estratégias para melhorar o manejo do câncer de colo uterino no Brasil 1- LIBBS 2- ACHE LUNCH MEETING CAMPANHA NACIONAL FEBRASGO CONTRA A SÍFILIS DEFESA: ASSISTÊNCIA AO PARTO COMO FAZEMOS? LUNCH MEETING LUNCH MEETING
20’ INTERVALO                
14:50 – 16:20 TT TT TT TT TT TT TT TT TT
Top Tema 1: O Ginecologista e a Paciente Infértil Top Tema 1: Alto risco para câncer de mama  Top Tema 3: Sangramento Uterino Anormal Top Tema 1: Restrição de Crescimento Fetal Top Tema 8: Cesariana Top Tema 1: Aleitamento materno um diferencial no seu consultório Top Tema 2: Atualidades na assistencia pré natal  Top Tema 1: Indução do trabalho de parto  
20’ INTERVALO                
16:40 – 17:30 SI SI SI SI SI SP SP SI SI
Infanto Puberal – Sessão Interativa 1  Sessão Interativa 1: Câncer do colo uterino Amenorreias – do diagnóstico ao tratamento (abordando anovulação, impacto dos distúrbios alimentares, Insuficiência Ovariana Prematura) Sessão Interativa 1: Hipertensão e Diabetes na Gestação Sessão Interativa 2: Avaliação da vitalidade fetal MSD – Implanon LANSINOH – Palestrante Dr. Corintio Sessão Interativa: Uroginecologia de consultório  
20’ INTERVALO                
17:50 – 18:30 PV PV PV PV PV PV PV PV PV
DEFESA PROFISSIONAL Como interferir na história natural do câncer de endométrio: do estilo de vida à definição do tratamento O estrogênio está sendo deixado de lado na anticoncepção? Progesterona na ameaça de aborto e na história de abortamento de repetição Uso da Objeção de Consciência na Cesárea à pedido INCLUIR: RASTREAMENTO DE VULVOVAGINITES NA GESTAÇÃO E DESFECHO GESTACIONAL PV 3: Heparina de baixo peso na gestação Histeropreservação no prolapso genital    
                   
17/11 – Sexta-feira AUDITÓRIO 1A AUDITÓRIO 1B AUDITÓRIO 2 AUDITÓRIO 3 AUDITÓRIO 4 MARAJÓ PARÁ BELÉM BELÉM
SALAS 250 250 550 550 550 300 250 130 130
HORÁRIO/PROFESSORES                  
08:00 – 08:50  DBI DBI DBI DBI DBI DBI FO DBI DBI
Sexologia – Saúde Sexual Vacinação da mulher: indicações e controvérsias atuais em HPV, Coqueluche, Dengue e Febre Amarela A TH em situações especiais (HAS, DM, tabagismo, obesidade)  Avaliação da vitalidade fetal intra-parto Abortamento de repetição Chlamydia trachomatis em gestantes, o que fazer?  FÓRUM (FO) DEFESA E VALORIZAÇÃO Exercicio da Obstetrícia na atualidade –  Estado atual do uso de telas no prolapso genital e incontinência urinária    
10’ INTERVALO              
09:00 – 10:30 TT TT TT TT SP TT TT TT
Top Tema 2: O Ginecologista e a Reprodução Assistida Top Tema 2: Patologia mamária: como lidar com os achados mais comuns no consultório? Top Tema 1: A transição menopausal Top Tema 1: Urgências no parto 2- ROCHE (TEMA A CONFIRMAR: HEPATITE) TT 3- TRANSMISSÃO VERTICAL DAS INFECÇÕES     Top Tema 1: Doença trofoblástica gestacional  
20’ INTERVALO                
10:50 – 12:30 TT TT TT TT TT TT FO TT TT
Top Tema 1: Temas de Infanto Puberal Top Tema 1: A paciente com nódulo palpável Top Tema 1: Riscos da contracepção hormonal Top Tema 2: Estado da arte na assistência ao parto Top Tema 1: Abordagem das condições que levam à morte em obstetrícia Top Tema 2: Diagnóstico em PTGI para o Consultório Boas práticas em Obstetrícia Top Tema 3: Cirurgia em Uroginecologia: o que eu preciso saber?  
20’ INTERVALO           DBI    
12:50 – 14:30  MINI FÓRUM -US OBSTÉTRICO POR NÃO MÉDICOS MINI FÓRUM – LARCS PARA MENORES DE IDADE 3- GSK (Coqueluche) 4- ACHE (Endometriose) 5- EUROFARMA (Depressão) MINI FÓRUM – PSIQUIATRIA PERINATAL Situações polêmicas na prática da especialidade LUNCH MEETING LUNCH MEETING
20’ INTERVALO                
14:50 – 16:20 TT TT TT TT SP TT FO TT TT
Top Tema 1: Diagnóstico e tratamento das disfunções sexuais femininas  Top Tema 2: O papel do ginecologista no rastreamento do câncer de mama Top Tema 2: Anticoncepção de longa ação (LARC, long acting reversible contraception) Top Tema 3: Infecções na Gestação 3- SANOFI (Dengue /  Clexane) Top Tema 1: Condutas em PTGI para o Consultório O papel do Tocoginecologista na vacinação na mulher Top Tema 1: Osteoporose Tratamento Farmacológico I: Dúvidas e Desafios  
20’ INTERVALO              
16:40 – 17:30 SI SI SI SI SI SP SI SI
Hiperprolactinemia ao alcance do ginecologista Sessão Interativa 2: Câncer de Endométrio Sessão Interativa 1 – Benefícios não contraceptivos Sessão Interativa 1: Violência Sexual Sessão Interativa 1: Malformações Fetais passíveis de cirurgia fetal: o que o obstetra precisa saber LOKTAL Sessão Interativa DST : estamos diagnosticando e tratando adequadamente?  
17:50 – 18:30 PV PV PV PV PV PV PV PV PV
Terapia Hormonal no Climatério. Qual limite para o tempo de tratamento? Cirurgia minimamente invasiva: indicações e limites Indicação para o uso de androgênios no climatério?  Avaliação Cervical na identificação de Risco para parto prematuro PV 1: Uso de drogas orais no tratamento do DMG e DM2 Episiotomia Correção Antenatal da Mielomeningocele: o que obstetra precisa saber Quais os limites da miomectomia histeroscópica  
                   
18/11 – Sábado AUDITÓRIO 1A AUDITÓRIO 1B AUDITÓRIO 2 AUDITÓRIO 3 AUDITÓRIO 4 MARAJÓ PARÁ BELÉM BELÉM
SALAS 250 250 550 550 550 300 250 130 130
HORÁRIO/PROFESSORES                  
08:00 – 08:50  SI SI SI SI SI SI SI SI SI
Sessão Interativa Endometriose/Reprodução Humana Sessão Interativa: Casos clínicos com enfoque em câncer de mama na mulher jovem  Sessão Interativa 2 – Anticoncepção no climatério Sessão Interativa 3: Infecções na gestação Sessão Interativa 1: Ameaça de aborto e abortamento de repetição Sessão Interativa – PTGI Sessão Interativa 1: Dúvidas em doença trofoblástica gestacional Sessão Interativa 1: Casos clínicos em incontinência urinária e prolapso genital    
20’ INTERVALO                
09:10 – 10:40 TT TT TT TT TT TT TT TT TT
Top Tema 4: Uso de androgênios: benefícios e riscos (poderia ser um PV?) Top Tema 4: Câncer de Mama – o que o ginecologista precisa para o adequado seguimento das pacientes? Top Tema 2: TH na prática  Top Tema 1: Hipertensão na Gestação Top Tema 2: Programas de Rastreamento no Primeiro Trimestre  Top Tema 1: Gestação Múltipla Top Tema 9: Diagnóstico e condução em abortamento Top Tema 4: Prolapso genital-Atualidade  
20’ INTERVALO                
11:00 – 12:30 PREMIAÇÃO DOS MELHORES TRABALHOS CIENTÍFICOS EM GO E ENCERRAMENTO DO 57º CONGRESSO BRASILEIRO DE OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA  
                   

Apoio & Patrocínio parceiros e incentivadores

Sobre Belém

Trabalhos

Envie seu trabalho

REGULAMENTO PARA ENVIO E APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS CIENTÍFICOS (RESUMOS)

Áreas de abrangência: GINECOLOGIA e OBSTETRÍCIA

O envio dos resumos de trabalhos científicos, devidamente estruturados, deverá acontecer a partir de 08 de maio de 2017, exclusivamente por meio da página do Congresso na internet: http://febrasgo.org.br/57cbgo/.

Resumos de trabalhos científicos que já tenham sido publicados em periódicos de qualquer natureza não serão aceitos.

O descumprimento de qualquer das normas relacionadas abaixo implicará recusa do resumo enviado.

RESUMO DO CRONOGRAMA DE TRABALHOS

Atividades Data Início Data Final
Submissão de resumos 18/05/2017 15/07/2017
Avaliação de resumos 16/07/2017 15/09/2017
Data limite de inscrição para garantir a aceitação e publicação dos trabalhos nos anais do evento 15/09/2017 15/09/2017
Comunicação de aceitação de resumos 16/09/2017 16/09/2017
Data limite para envio do pôster em PDF 16/09/2017 15/10/2017

 

 

Essa fase é MUITO IMPORTANTE ser entendida:

 

1. PRAZO PARA ENVIO DOS RESUMOS

1.1 Os resumos deverão enviados via internet até 15 de julho de 2017. Não haverá prorrogação deste prazo.

 

2. MODALIDADES

Somente serão aceitos resumos nas seguintes modalidades:

2.1 ESTUDO ORIGINAL: resultante de pesquisa científica em ginecologia e obstetrícia, que apresentem dados originais quantitativos ou qualitativos, com análise pertinente;

2.2 REVISÃO SISTEMATIZADA: resultante da compilação de resultados de estudos independentes, com metanálise ou não; não serão aceitas revisões narrativas da literatura (sem sistematização);

2.3 Relato de caso ou série de casos: dados descritivos de um caso clínico ou grupo de até 15 casos, em humanos ou animais, explorando um método ou problema de interesse em ginecologia e/ou obstetrícia, como doença ou evolução incomum ou utilização de tratamentos inovadores ou alternativos.

 

3. NORMAS GERAIS

3.1 O autor ou, ao menos um dos co-autores, deve possuir TEGO e estar inscrito no Congresso até 15 de setembro de 2017;

3.2 O envio do resumo representa o compromisso definitivo do autor ou de um dos autores de estar inscrito até a data de envio dos pôsteres e de apresentar o trabalho durante o congresso caso seja selecionado para apresentação oral;

3.3 Não há limite de trabalhos por autor;

3.4 Cada resumo deverá ter um autor e no máximo sete co-autores;

3.5 Não serão aceitos trabalhos em que a instituição seja identificada no texto do resumo;

3.6 Os resumos aceitos serão publicados nos anais do Congresso, em um número suplementar da revista FEMINA;

3.7 A FEBRASGO e a Comissão organizadora do Congresso não serão responsáveis pelos custos de inscrição, transporte, hospedagem ou outros custos gerados para apresentação de trabalhos em qualquer modalidade;

3.8 As decisões da Comissão de Temas Livres serão soberanas e irrecorríveis;

3.9 A inscrição do resumo implica a concordância do autor e dos co-autores com as normas estabelecidas pela Comissão de Temas Livres para julgamento do mesmo, bem como implica a autorização para sua reprodução por via impressa ou eletrônica em publicações de responsabilidade FEBRASGO.

 

4. NORMAS PARA SUBMISSÃO DOS RESUMOS

4.1 O texto deverá ser composto de no máximo 2000 caracteres (com espaços) (não estão incluídos no limite título, nomes dos autores e das instituições associadas);

4.2 Os resumos deverão ser enviados apenas (e exclusivamente) em Português;

4.3 Os resumos nas modalidades ESTUDO ORIGINAL e REVISÃO SISTEMATIZADA devem ser estruturados em:

4.3.1 – OBJETIVO (coerente com título e metodologia apresentados);

4.3.2 – MÉTODOS (claros e concisos, devem incluir análise dos dados);

4.3.3 – RESULTADOS (devem corresponder aos objetivos do estudo); e

4.3.4 – CONCLUSÕES (concisas, de acordo com o objetivo do estudo e resultados apresentados);

4.4 Os resumos na modalidade RELATO DE caso ou série de casos devem obrigatoriamente ser estruturados em:

4.4.1 – CONTEXTO (breve, com exposição da importância do tema);

4.4.2 – RELATO DO (S) CASO (S) ou da SÉRIE DE CASOS (claro e conciso, deve incluir as características mais significativas do indivíduo ou grupo para a doença e/ou tratamento em questão); e

4.4.3 – COMENTÁRIOS (concisos, com destaque para a contribuição prática que o estudo do caso ou série de casos);

4.5 Os resumos devem ser escritos em texto corrido, sem figuras, tabelas, gráficos, DISCUSSÃO ou REFERÊNCIAS;

4.6 O item CONTEXTO não deve constar dos resumos nas modalidades ESTUDO ORIGINAL e REVISÃO SISTEMATIZADA.

 

5. JULGAMENTO DOS RESUMOS

5.1 O julgamento dos resumos enviados será realizado pela Comissão de Temas Livres, designada pela Comissão Científica do 57º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia;

5.2 O autor responsável pela inscrição do resumo aceito receberá os comunicados devidos por e-mail;

5.3 Os resumos aprovados serão divulgados na página do 57º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia na internet (http://febrasgo.org.br/57cbgo/), com as informações necessárias para apresentação;

5.4 Os resumos nas modalidades ESTUDO ORIGINAL e REVISÃO SISTEMATIZADA serão julgados para aceitação de acordo com os critérios: originalidade, clareza da redação, desenho do estudo, tamanho da amostra, análise dos dados, conclusão e relevância, de acordo com o sistema de pontuação abaixo:

5.4.1 – Originalidade (ideia e/ou método)

0 pontos – nenhuma

1-4 pontos – há muitos estudos semelhantes

5-8 pontos – há poucos estudos semelhantes

9-10 pontos – desconheço estudos semelhantes

5.4.2 – Clareza da redação

0 pontos – ininteligível ou não segue as normas

1-4 pontos – difícil de entender

5-8 pontos – pode-se compreender a ideia do trabalho, mas há erros de redação ou linguagem que comprometem a interpretação

9-10 pontos – claro, com boa redação e linguagem

5.4.3 – Desenho do estudo

1-2 pontos – relato de caso ou série de casos

3-4 pontos – observacional, prevalência ou estudo qualitativo

5-6 pontos – observacional, caso-controle ou coorte

7-8 pontos – prospectivo sem randomização

9-10 pontos – prospectivo, randomizado controlado, ou metanálise

5.4.4 – Tamanho da amostra

0-3 pontos – amostra parece inadequada

4-6 pontos – amostra parece adequada, mas não descreve o poder do estudo

7-10 pontos – amostra justificada, descreve o cálculo do poder do estudo

5.4.5 – Análise dos dados e Conclusão

0-3 pontos – análise inadequada, conclusão não apoiada pelos dados

4-6 pontos – análise deficiente, conclusão parcialmente apoiada pelos dados

7-10 pontos – análise adequada, conclusão completamente apoiada pelos dados

5.4.6 – Relevância

0-3 pontos – nenhuma relevância, não contribui para o avanço científico

4-6 pontos – alguma relevância, contribui pouco para o avanço científico

7-10 pontos – grande relevância, contribui para o avanço científico

5.5 Os resumos na modalidade RELATO DE caso ou série de casos serão julgados para aceitação de acordo com os critérios: originalidade, clareza da redação, contexto, análise da descrição e relevância, de acordo com o sistema de pontuação abaixo:

5.5.1 – Originalidade (ideia e/ou método)

0 pontos – nenhuma

1-4 pontos – há muitos relatos semelhantes

5-8 pontos – há poucos relatos semelhantes

9-10 pontos – desconheço relatos semelhantes

5.5.2 – Clareza da redação

0 pontos – ininteligível ou não segue as normas

1-4 pontos – difícil de entender

5-8 pontos – pode-se compreender a ideia do trabalho, mas há erros de redação ou linguagem que comprometem a interpretação

9-10 pontos – claro, com boa redação e linguagem

5.5.3. Contexto:

0-3 pontos – informações pobres para embasar importância do relato

4-6 pontos – informações que embasam moderadamente a importância do relato

7-10 pontos – informações suficientes para embasar a importância do relato

5.5.4. Análise da descrição do caso:

0-3 pontos – descrição insuficiente para compreensão adequada do caso(s)

4-6 pontos – descrição suficiente para compreensão adequada do caso(s)

7-10 pontos – descrição excelente para compreensão adequada do caso(s)

5.5.3 – Relevância

0-3 pontos – nenhuma relevância, não contribui para o avanço científico

4-6 pontos – alguma relevância, contribui pouco para o avanço científico

7-10 pontos – grande relevância, contribui para o avanço científico

5.6. A pontuação mínima necessária para que o resumo seja aceito é de 30 pontos nas modalidades ESTUDO ORIGINAL e REVISÃO SISTEMATIZADA e de 25 pontos na modalidade RELATO DE caso ou série de casos.

 

6. NORMAS ESPECIAIS PARA CONFECÇÃO DOS PÔSTERES

6.1 O pôster deverá ser configurado em 90 x 100 cm e salvo em PDF. Os pôsteres deverão ser enviados no formato final da apresentação até dia 15 de outubro de 2017;

6.2 O Título do trabalho deve idêntico ao título do resumo aceito, destacado em negrito, no topo do pôster;

6.3 Os nomes do autor e co-autores devem ser posicionados imediatamente abaixo do título do trabalho, em letras menores; devem estar abreviados (exemplos: Neves MA, Costa JN, Muniz KS, Nogueira JB), com o nome do apresentador destacado por fontes sublinhadas (exemplo: Costa JN,);

6.4 O (s) nome (s) da (s) instituição (ões) deve (m) ser posicionados imediatamente abaixo dos nomes do autor e co-autores;

6.5 Usar no texto do pôster letras de, no mínimo, 0,5 cm, com preferência para fontes sem serifa (exemplos: Arial, Arial Narrow, Calibri, Segoe UI, Segoe UI Light);

 

7. PRÊMIOS FEBRASGO

7.1 Os cinco melhores estudos originais, as melhores revisões sistematizadas e os melhores relatos ou séries de caso, de Ginecologia e de Obstetrícia, serão inseridos na programação Científica, distribuídos nas sessões de Top Temas, e deverão ser apresentados oralmente pelo autor ou por um dos co-autores (vide informações específicas para a modalidade RELATO DE caso ou série de casos no item 7.7 deste edital);

7.2 O apresentador de cada trabalho selecionado para apresentação oral em sessão Top Temas terá 10 minutos para a exposição;

7.3 Os trabalhos selecionados para apresentação oral concorrerão aos seguintes prêmios instituídos pela FEBRASGO:

7.3.1 – GINECOLOGIA

Estudo original:

1º Lugar: R$ 5.000,00

2º Lugar: R$ 3.000,00

3º Lugar: R$ 2.000,00

4º Lugar: Menção Honrosa

5º Lugar: Menção Honrosa

Revisão sistematizada:

1o lugar: R$ 3.000,00

Caso clínico ou Série de casos:

1o lugar: R$ 1.000,00

7.3.2 – OBSTETRÍCIA

Estudo original:

1º Lugar: R$ 5.000,00

2º Lugar: R$ 3.000,00

3º Lugar: R$ 2.000,00

4º Lugar: Menção Honrosa

5º Lugar: Menção Honrosa

Revisão sistematizada:

1o lugar: R$ 3.000,00

Caso clínico ou Série de casos:

1o lugar: R$ 1.000,00

7.4 A cerimônia de premiação dos melhores trabalhos científicos ocorrerá durante a sessão de encerramento do Congresso;

7.5 Todos os trabalhos premiados serão convidados para publicação na RBGO em sua forma completa, de acordo com as normas da revista;

7.6 Em caso de empate, serão utilizadas as notas dadas, no resumo, aos itens Originalidade e Relevância;

7.7 Para fazer jus ao prêmio, o trabalho na modalidade RELATO DE caso ou série de casos deve ter como primeiro autor e apresentador um médico residente, inscrito em programa de residência em Ginecologia e Obstetrícia devidamente registrado e reconhecido pela Comissão Nacional de Residência Médica do MEC.

 

8. CERTIFICADOS

Será emitido apenas um certificado para cada resumo aceito, em qualquer modalidade.

 

9. DISPOSIÇÕES GERAIS

9.1 Situações que não estejam previstas no presente regulamento serão resolvidas pela Comissão de Temas Livres do 57º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia, podendo esta recorrer à Comissão Científica quando julgar necessário.

 

Envie seu trabalho

Local do Evento mapa de localização e endereço

Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia

Av. Dr. Freitas, s/n – Marco
Belém – PA

Contato fale com a gente

Please leave this field empty.

captcha