História

A História da Assistência Obstétrica gratuita, em unidade hospitalar, para a gestante carente, teve seu início em Fortaleza no ano de 1915. É um fato histórico e foi um marco cultural e científico para o nosso Estado, que merece ser conhecida por todos nós. No dia 10 de janeiro de 1915 no salão nobre da Santa Casa de Misericórdia, foi instalada a sessão solene, com a presença das lideranças locais, empresários, comerciantes, industriais, senhoras da sociedade e a mesa Diretora da Santa Casas de Misericórdia, que tinha como finalidade a fundação de uma sociedade para a construção e manutenção de uma maternudade em Fortaleza, que atendesse as pessoas desprovidas de recursos, idéia aprovada por unanimidade, após a brilhante exposição feita pelo Dr. Manuelito Moreira. Estava fundada a “Sociedade Auxiliadora da maternidade Dr. João da Rocha Moreira”, sociedade civil, beneficente, sem fins lucrativos, proprietária da futura maternidade.
Neste mesmo ano, ou seja, no dia 19 de março de 1915, foram instaladas provisoriamente e inauguradas as dependências da maternidade em áreas física cedida pela Santa Casa de Misericórdia.
A maternidade tinha em suas instalações, uma sala de pré-parto, uma sala de parto, uma sala de cirurgia e um gabinete médico.
Dispunha aunda de doze leitos para gestantes, seis para puérperas, quatro para infectadas e quarto para operados.
Em terreno dado pela Prefeitura de Fortaleza, tendo como base os recursos arrecadados através de donativos do comércio e indústria local, autoridades, pessoas da comunidade e uma doação de cen contos de reis feita pelo industrial Antônio Diogo de Siqueira, contando ainda com os valores conseguidos pela sociedade auxiliadora da maternidade D. João da Rocha Moreira, em sessão da diretoria da referida sociedade, realizada no dia 11 de maio de 1919, foi designada uma comissão pra fiscalizar e adminstrar a construção da sede própria, a ser iniciada.
No dia 20 de Fevereiro de 1920, em sessão da dietoriam foram aprovados os estatutos da Sociedade Auxiliadora da Maternidade Dr. João da Rocha Moreira. No dia 24 de Outubro de 1924, com a presença do Exmo. Sr. Presidente do Estado Dr. Idelfonso Albano, demais autoridades estaduais e municipais, membros da diretoria, senhoras da sociedade, lideranças locais e pessoas representativas da comunidade, realizou-se uma solenidade no local da obra com a finalidade de lançamento da pedra angular da Maternidade Dr.João da Rocha Moreira, cujo o prédio estava sendo erguido na praça da Lagoinha.
Fizeram uso da palavra o Chefe do Executivo e o Dr. César Cals, na época Diretor da maternidade. Em sessão solene realizada no dia 3 de Dezembro de 1927, com a presença de toda a Diretoria da Sociedade Auxiliadora da Maternidade Dr. João da Rocha Moreira, foi apresentado pelo Dr. César Cals, e aprovado, o relatório final sobre os gastos com a construção da sede própria, já concluída. A planta e o projeto foram executados pelo Dr. José Venceslau Cervença, com um valor aproximado de duzentos e cinquenta contos de reis. O novo edifício comportava trinta leitos, e no andar superior a Casa de Saúde Dr. César Cals, com dezesseis leitos. No dia 23 de Fevereiro de 1928, houve a inauguração solene das novas instalações da Maternidade Dr. João da Rocha Moreira e da Casa de Saúde Dr. César Cáls, com a presença do Governador do Estado e todo o seu secretariado, prefeito de Fortaleza, demais autoridades civis, militares e eclesiásticas, diretores da sociedade e pessoas de destaque na vida econômica, política e social da cidade, além das lideranças da comunidade e a classe política.
Estava se iniciando e passando a ser realidade, um sonho que começara há treze anos passados.
Desta semente plantada em 1915, cultivada e regada com otimismo, perseverança e amor aos menos favorecidos, nasceu também uma nova visão para o futuro, com uma filosofia de trabalho que tinha como prioridade e objetivo a assistência integral a mulher gestante e ao recém-nascido. Do núcleo inicial da Maternidade Dr. João da Rocha Moreira, criou-se uma verdadeira escola que com o passar dos tempos, incorporação de novos profissionais e novas tecnologias, proporcionou ensinamento e treinamento. Há muitas gerações de profissionais de todas as categorias da área da saúde, que se dedicaram a especialidade de toco-ginecologia. Fizeram parte da equipe inicial, entre outros os Drs. José Frota, César Cáls, Galba Araújo, José Carlos Ribeiro, Anastácio Magalhães, Chagas Oliveira, Luiz Dias Martins, Silas Monguba e Laerte de Paula Colares.
Como profissional da área de Obstetrícia, Deus me concedeu alguns privilégios.
O primeiro deles foi ter meu aprendizado e formação médica, na maternidade Dr. João da Rocha Moreira, onde no ano de 1958 comecei como interno e após minha formatura em 1961, permaneci como médico plantonista por muitos anos.
O segundo foi ter tido o reconhecimento profissional, e ter recebido o convite para compor o quadro de médicos que iniciariam os trabalhos na Maternidade Escola Assis Chateaubriand, tão sabiamente estruturada, implantada e dirigida pelo inesquecível Professor Galba Araújo, a quem nesta oportunidade presto minhas homenagens.
Por último, ter tido a honra de ser chamado pelo Professor Chagas Oliveira, no ano de 1968, para compor a equipe que teria como tarefa, organizar e implantar a Clínica Obstétrica do Hospital Geral de Fortaleza, onde permaneço exercendo minhas atividades profissionais. Sinto-me realizado como pessoa humana e profissional, pela minha participação e modesta contribuição para as instituições citadas. Neste momento, em meu nome e dos demais agraciados, Drs. Antônio Ciriaco de Holanda, Arnaldo Afonso de Carvalho, Murilo Alves do Amaral, Edir Duclero Ramalho, José Asfor, Armando Rodrigues Campos,Francisco José da Costa Eleutero, Lázaro Marcos de Medeiros, Juarez de Sousa Carvalho, Francisco Tavares Teixeira e Francisco Manuelito Lima de Almeida, queremos agradecer na pessoa do Dr. Anastácio de Queiróz Sousa a homenagem que nos foi prestada pela Secretaria de Saúde do Estado do Ceará, como comemoração do dia do Obstetra, que transcorreu no dia trinta de Outubro.
Estendo esta homenagem a todos os colegas que fazem a especialidade de toco-ginecologia, e em particular para aqueles pioneiros e abnegados, que no ano de 1915 conseguiram que seus sonhos e idealismo se tornassem realidade, e suas realizações prosperassem e chegassem até os dias atuais, representadas atualmente pelos centro de excelência para o ensino e assistência a mulher e ao recém-nascido, respectivamente, o Hospital Geral Dr. César Cáls, a Maternidade Escola Assis Chateaubriand e o Hospital Geral de Fortaleza.

Dr. João Alberto Gurgel do Amaral

Itarget Tecnologia